sábado, 23 de julho de 2011

Melhoria no saneamento básico pode salvar milhares de vidas nos países menos desenvolvidos

Bill Gates investe em vaso sanitário.

O homem que revolucionou o computador pessoal está direcionando seus esforços e sua fundação para revolucionar vasos sanitários. Bill Gates, o fundador da Microsoft, revelou que dedicará US$42 milhões com o objetivo de reinventar o vaso sanitário.
A higiene da água e os dejetos de lixo são duas das maiores causas de mortalidade infantil nos países em desenvolvimento. Gates e sua fundação esperam criar vasos sanitários baratos para melhorar significativamente as condições de vida de milhões de pessoas. Pode parecer um assunto bobo, mas pode salvar muitas vidas em todo o mundo.

Nenhuma inovação nos últimos 200 anos fez tanto para salvar vidas e melhorar a saúde do que a revolução do saneamento impulsionada pela invenção do vaso sanitário, disse Sylvia Mathews Burwell, presidente do Programa de Desenvolvimento Global da Fundação Bill e Melinda Gates. Mas não foi suficiente. Alcançou apenas um terço do mundo. Precisamos agora de novas abordagens. Novas ideias, exultou. A iniciativa foi lançada por Sylvia Burwell esta semana em Kigali, Ruanda.

Parte do plano da fundação é Reinventar o Desafio do Vaso Sanitário, que custeia pesquisas em oito universidades em todo o mundo para desenvolver um vaso sanitário que transformará lixo em energia, água limpa ou nutrientes. A solução deve ser uma unidade isolada sem água encanada, ligação com esgoto ou eletricidade externa. A fundação firmou parceria com a USAID (Agência para Desenvolvimento Internacional dos EUA) para corrigir o saneamento como parte das Metas de Desenvolvimento do Milênio 2015 das Nações Unidas.



Hoje, 40% da população mundial não têm acesso a vasos sanitários com descarga. Um bilhão de pessoas defecam a céu aberto. Anualmente, 1.5 milhão de crianças morrem de diarreia, e muitas mortes seriam evitadas com a melhoria do saneamento.

A fundação está priorizando a conveniência e o preço acessível nas soluções a serem consideradas. Os vasos sanitários devem ser fáceis de instalar e não podem custar mais do que cinco centavos por dia para sua manutenção.

fonte: AcheiUSA  e  Fundação Bill e Melinda Gates

Nenhum comentário:

Postar um comentário