segunda-feira, 13 de junho de 2011

Empresas que promovem o desenvolvimento socioeconômico de seus funcionários recebem Selo Social em Itajaí

O secretário nacional de Estudos e Pesquisas Político-Institucionais da Secretaria-Geral da Presidência da República, Wagner Caetano, participou na última quarta-feira (08), em Itajaí (SC), da solenidade que certificou 58 empresas do município catarinense com o Selo Social. O evento marcou o início das comemorações oficiais dos 151 anos de Itajaí.

O Selo Social é um programa instituído por lei municipal que visa o reconhecimento público de empresas que promovem o desenvolvimento socioeconômico de seus funcionários ou da comunidade na qual ela está inserida. A certificação aponta as áreas em que as empresas realizaram seus investimentos - baseados nos oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - e pode ser utilizada como ferramenta de marketing que comprova a responsabilidade social das empresas.

Wagner Caetano ressaltou que a iniciativa da Prefeitura de Itajaí, além de reconhecer a responsabilidade social das empresas, é um instrumento de mobilização e de disseminação dos ODM. Segundo ele, essa ação é essencial porque permite que os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio sejam discutidos pela sociedade civil, pelo poder público e pelos movimentos sociais. "Iniciativas como essa devem ser replicadas, uma vez que contribuem para o engajamento das pessoas nesse grande projeto humanista", destacou o secretário.

 O prefeito municipal de Itajaí, Jandir Bellini, acrescentou que cada empresa que participa do Selo Social está sendo uma grande parceira no desenvolvimento da cidade. "Cada vez que uma empresa concede um plano de saúde para seu funcionário, que mantém uma creche, uma escolinha de futebol ou oferece um curso profissionalizante, está retirando a pessoa beneficiada por essas iniciativas da tutela pública, economizando recursos públicos que podem ser canalizados para projetos de infraestrutura que refletem ainda mais no nosso crescimento", disse.

O Programa Selo Social apresentou um crescimento "considerável" do ano passado para este ano, conforme demonstrou o secretário de Relações Institucionais e Temáticas da Prefeitura, Márcio Silveira. Nesta edição 2010/2011 aumentaram os investimentos e o número de empresas. No ano passado, os investimentos declarados pelas empresas giraram em torno de R$ 20 milhões e neste ano os valores declarados passaram de R$ 40 milhões. O número de empresas participantes também aumentou: passou de 47 no ano passado para 58 neste ano, um crescimento de 18,97%.

Fonte: Assessoria de Comunicação Secretaria-Geral da Presidência da República

Nenhum comentário:

Postar um comentário